Acessibilidade Atitudinal: entenda o conceito e como é executado na prática

Acessibilidade 11/09/2019
Acessibilidade Atitudinal: entenda o conceito e como é executado na prática

Um dos grandes segredos para construirmos uma sociedade mais justa, respeitando todos os diferentes tipos de acessibilidade de acordo com suas definições, é a atitude. Esse é justamente o assunto do post de hoje, aqui no blog da Wat. Vamos conferir a definição e como colocar em prática a acessibilidade atitudinal.

O que é acessibilidade atitudinal?

Por definição, a acessibilidade atitudinal é a atitude individual de cada pessoa. É o compromisso com um modelo mais acessível de sociedade, um modelo que não fica somente no discurso, mas também (principalmente) nas ações para tornar tudo mais acessível ao seu redor. Também pode ser enquadrado como um conceito que visa acabar com estereótipos preconceituosos em relação às pessoas com deficiência.

É a atitude de cada pessoa, de toda uma sociedade, mas começando pelo individual. Todos nós devemos compreender intimamente e de forma verdadeira a importância da acessibilidade atitudinal.

Acessibilidade atitudinal na prática

O que não faltam são exemplos de acessibilidade atitudinal. Podemos apontar os casos onde as empresas implementam ações específicas para promover mais integração dos colaboradores com algum tipo de deficiência, como na adaptação de banheiros, sinalização em braile em cada andar, construção de rampas de acesso e assim por diante. Programas corporativos de integração e conscientização de colaboradores também são atitudes marcantes e que “saem do papel” e realmente impactam as pessoas.

Em empresas de grande porte, também é comum o programa de contratação de PCD, sigla para Pessoas Com Deficiência. Trata-se de uma política que direciona determinadas vagas para pessoas com deficiência e promove integração das mesmas no mercado de trabalho, contribuindo assim para aumento da renda e da autoestima.

O que você pode fazer?

Uma boa maneira de mudar a atitude em relação à acessibilidade é estudando sobre o assunto. Por exemplo, você sabe como abordar e oferecer ajuda a pessoas com algum tipo de deficiência visual? Tome a iniciativa, aproxime-se e pergunte se a pessoa necessita de algum auxílio. Não seja invasivo, fale de uma forma educa e respeite o espaço alheio. Dessa maneira, você tomará uma atitude.

Outro bom exemplo é realizar reparos na calçada da sua casa. Pense bem: uma calçada com buracos ou pedaços de pedras e pisos soltos é um verdadeiro pesadelo para pessoas com deficiência física. Pense na acessibilidade atitudinal e mude esse cenário. O primeiro passo, o movimento inicial, deve partir sempre da gente, de cada indivíduo. Evidentemente, ações em grande escala dependem de ações e atitudes mais efetivas de governos. Porém, não é nada difícil a gente fazer a nossa parte, dar o exemplo.

Acessibilidade em todos os sentidos

A Wat é uma empresa que trabalha com soluções em acessibilidade há muitos anos e oferece um leque de produtos para os mais variados ambientes. São placas e mapas em braile, piso tátil e muitos outros itens de extrema qualidade e de acordo com as principais regras de segurança do mercado.

CLIQUE AQUI para enviar seu e-mail e esclareça todas as dúvidas em relação aos produtos, estoque, preços e condições. Caso prefira telefonar, os números de contato são: (11) 3571-8343 | 2157-2160 | 2018-0028 | 94720-5606.

Crédito: LightFieldStudios / Tipo de licença: Royalty-free / Coleção: iStock / Getty Images Plus

(11) 94720-5606