Veja as principais dificuldades dos deficientes visuais no dia a dia e como adaptar sua empresa

Acessibilidade 14/04/2019
Veja as principais dificuldades dos deficientes visuais no dia a dia e como adaptar sua empresa

Você já pensou em como é viver no Brasil sem enxergar? Pois saiba que mais de 6,5 milhões de brasileiros enfrentam problemas como analfabetismo por falta de acesso ao conhecimento em Braille, estruturas precárias de locomoção e oportunidades escassas no mercado de trabalho. Nesse post buscamos mostrar quais as principais dificuldades dos deficientes visuais no dia a dia.

Em muitos casos as adversidades começam no seio da própria família do portador de necessidades especiais e continuam na escola e em outros espaços comuns, onde ele enfrenta a discriminação social e o preconceito das pessoas. Pessoas com deficiência precisam da ajuda de profissionais qualificados e sensíveis para que eles desenvolvam a maneira como percebem o mundo e possam evoluir plenamente como indivíduos.

Dificuldades dos deficientes visuais no dia a dia

Muitos especialistas apontam que faltam leis e órgãos fiscalizadores específicos para ajudar a diminuir os problemas enfrentados pelos deficientes visuais no cotidiano. O desdém do Estado, por exemplo, é um dos fatores que mais contribui para a violação dos direitos dessas pessoas. Algumas ferramentas, como o Braille e projetos sociais, colaboram para mudar essa situação.

O Braille é um idioma tátil batizado com o nome de seu criador que permite que os deficientes visuais leiam com as mãos. Por meio dele é possível reconhecer as letras do alfabeto, os números e diversos símbolos usuais na Língua Portuguesa. Diversos produtos e comércios, por exemplo, já oferecem descrições em Braille. Já projetos sociais de inclusão são fundamentais para que os deficientes visuais se desenvolvam socialmente e profissionalmente e alcancem um nível satisfatório de emancipação.

Costuma ser um desafio para os deficientes visuais à vida nas grandes metrópoles, já que as distâncias são grandes e as condições de locomoção, ruins. Passeios com buracos e desníveis, rampas inadequadas e travessias perigosas são dificuldades rotineiras na vida dessas pessoas.

Nas empresas, o mesmo problema é enfrentado. A inexistência de sinalizações táteis, placas em Braille e outros recursos são fatores determinantes para a baixa produtividade do trabalhador e para uma queda em sua qualidade de vida. Em logradouros públicos também faltam sinalizações táteis, guias e sistemas sonoros.

Para quem perdeu a visão na vida adulta, a readaptação pode ser um grande obstáculo, já que é necessário reaprender diversas tarefas. Coisas que eram simples, como tomar banho, limpar a casa e fazer uma refeição podem se tornar uma adversidade difícil de ser superada. Por isso, é importante contar com as melhores soluções em acessibilidade.

Qualidade acessível? É na Wat.

Se você quer adaptar sua empresa para receber funcionários com algum tipo de deficiência visual, veio ao lugar certo. A Wat é uma organização localizada em São Paulo especializada em acessibilidade. Nós fabricamos e fornecemos produtos de qualidade para tornar os ambientes e a vida das pessoas portadoras de necessidades especiais melhores.

Está procurando pisos táteis de PVC para áreas internas e com argamassa para áreas externas? Oferecemos diversas opções de cores e materiais e um serviço de instalação completo, feito por uma equipe capacitada e por dentro de todas as normas brasileiras sobre o tema.

Quer melhorar a comunicação no seu ambiente profissional e tornar os processos mais eficientes? Conte com nossa comunicação inclusiva aplicada por meio do Braille e da sinalização em alto-relevo.

Atendemos revendedores, engenheiros, arquitetos, construtoras e consumidores finais prezando pela qualidade e pelo compromisso em atender todas as necessidades dos nossos clientes. Com projetos realizados com sucesso por todo o Brasil, a Wat pode te ajudar na instalação e na adequação de qualquer local. Clique aqui, entre em contato e conheça nosso trabalho!

 

Imagem: AndreyPopov | iStock / Getty Images Plus