Como garantir acessibilidade em clínicas de fisioterapia em meio aos desafios da crise?

Acessibilidade 24/06/2020
Como garantir acessibilidade em clínicas de fisioterapia em meio aos desafios da crise?

A atenção em relação à estrutura de acessibilidade em clínicas de fisioterapia deve ser redobrada em tempos de pandemia provocada pelo novo coronavírus

Quem é proprietário de uma clínica de fisioterapia deve se questionar sobre como garantir acessibilidade em meio aos desafios da crise provocada pelo novo coronavírus. E é fácil entender o motivo: pessoas com deficiências visuais, de locomoção, entre outras, normalmente utilizam o tato com grande frequência para se localizarem e se movimentarem, ou seja, tanto o ato de tocar em objetos e pessoas. E isso não é nada recomendável em um período delicado como este. Então, o que fazer para tornar a clínica mais acessível e segura? Continue a leitura do post de hoje, aqui no blog da Wat e confira!

Acessibilidade em uma clínica de fisioterapia: pontos de atenção

  • Parte externa: é o primeiro contato da pessoa com a clínica e as estratégias de acessibilidade devem começar ali, no ambiente externo.
    • Estacionamento com vagas prioritárias: dependendo do número de vagas da sua clínica, algumas delas devem ser destinadas exclusivamente às pessoas com deficiência.
    • Elevadores adaptados: se clínica possui dois andares, é preciso disponibilizar elevadores adaptados e em perfeito estado de conservação.
    • Rampa de acesso adequada: deve estar localizada na entrada principal da clínica, ao lado das escadas.
    • Corrimão: outro item de acessibilidade fundamental, o corrimão é garante o apoio necessário para a pessoa subir e descer escadas com segurança. Em tempos de pandemia, sua higienização deve ser frequente.
    • Calçada com Piso tátil: existem dois modelos de piso tátil que devem ser instaladas na calçada da clínica, o piso tátil direcional que orienta sobre caminhos livres e também o piso tátil de alerta, que orienta sobre a existência de obstáculos pelo caminho.
    • Portas adaptadas: as portas devem ser adaptadas para garantir a passagem de pessoas com cadeiras de rodas e andadores.
  • Parte interna: dentro da clínica de fisioterapia, o cuidado com a acessibilidade deve continuar.
    • Piso antiderrapante e estável: tipo de piso que evita que pessoa escorregue e sofra um acidente.
    • Corredores espaçosos: devem respeitar normas técnicas de largura mínima e isso facilita a locomoção de pessoas com bengalas, andadores e cadeiras de rodas.
    • Corrimãos e barras de apoio: assim como os corrimãos, as barras de apoio garantem a segurança necessária sem determinadas ações, como ao levantar de uma cadeira.
    • Banheiros adaptados: os banheiros da clínica devem contar com barras de apoio e outros itens de acessibilidade que garantem mais segurança aos pacientes.
    • Altura de poltronas, macas, balcão e cadeiras: devem respeitar uma altura mínima em todos os ambientes, como dentro do consultório e também na sala de espera.
    • Portas adaptadas: assim como a porta de entrada, as portas internas da clínica também devem ser espaçosas, ou seja, adaptadas.

Acessibilidade é com a Wat!

Aqui você encontra variedade de produtos e não precisa se preocupar com a qualidade das soluções, pois somente trabalhamos com o que há de melhor no mercado e ainda disponibilizamos um atendimento personalizado, ágil e transparente. Tudo isso para garantir que você faça um bom negócio sempre que precisar comprar produtos de acessibilidade para sua clínica de fisioterapia. Quer saber mais: fale com um dos nossos especialistas. Você sabe que pode confiar no know-how da Wat!

(11) 94720-5606