A importância da comunicação tátil no processo de aprendizagem

Acessibilidade 29/05/2019
A importância da comunicação tátil no processo de aprendizagem

Todo mundo precisa se comunicar para ter uma vida social plena, com acesso a informações e para desenvolvimento profissional. A nossa aprendizagem é construída desta maneira, com este foco. Porém, quem tem problemas visuais e auditivos, parciais ou totais, precisa de um processo de aprendizagem diferenciado. É neste ponto que a comunicação tátil mostra a sua importância.

Por definição, a comunicação tátil é a forma de comunicação realizada através do toque, sem o auxílio da visão e/ou audição. Normalmente, é um tipo de comunicação comum a pessoas surdocegas, ou seja, que sofrem simultaneamente de cegueira e surdez.

A comunicação tátil é essencial dentro de um modelo de sociedade mais inclusivo. Pessoas com deficiências auditivas e visuais não devem, em hipótese alguma, ficar à margem de processos educacionais somente por não serem consideradas “normais”. A comunicação tátil, logo, desempenha um papel muito importante por viabilizar o aprendizado de homens e mulheres que enfrentam tais problemas.

Comunicação tátil: quais são os principais meios de aprendizagem?

O mais comum meio de aprendizagem dentro do conceito de comunicação tátil é o braile. É também a técnica mais conhecida, inclusive por pessoas que não possuem qualquer tipo de deficiência visual ou auditiva. Consiste, basicamente, em um sistema de pontos em relevo que formam letras e números e, consequentemente, palavras e sentenças inteiras.

Considerando um processo de aprendizagem, a técnica de braile deve estar presente em livros e diversos outros materiais impressos que auxiliem na difusão do conhecimento entre crianças, jovens, adultos e idosos.

Outra forma de comunicação tátil eficaz é através do alfabeto dactilológico, já ouviu ou leu algo a respeito? A gente explica: este tipo de alfabeto baseia-se no conceito de que cada uma das letras do alfabeto é correspondente a uma posição dos dedos na mão. Cada posição do dedo é igual a uma letra no alfabeto, portanto.

Tablitas de comunicação

Comunicação tátil que consiste em letras e números em relevo, apresentados em peças de plástico sólido. Normalmente, devem estas peças permanecerem sobrepostas aos caracteres em braile. A pessoa surdocega leva o dedo a cada letra ou número, assim como ocorre na leitura normal em braile.

Qualidade dos materiais para comunicação tátil

Como vimos, a comunicação tátil (como o próprio nome indica) depende da sensibilidade do toque, do contato dos dedos com determinados materiais. Justamente por isso, as empresas que fornecem livros em braile, tablitas de comunicação e outros itens, devem obrigatoriamente adotar elevados padrões de qualidade e assegurar sua normatização.  Isso é essencial por um motivo bem simples: a comunicação tátil pode ser ineficaz, nula, se os materiais citados não estiveram adequados.

Pesquisando por soluções de acessibilidade? Está no lugar certo!

A Wat é uma empresa especializada em soluções de acessibilidade. Por aqui, você encontra qualidade e variedade em inúmeros produtos, como placas de acessibilidade, pisos táteis, escadas adaptadas, placa em braile e muito mais. São produtos fabricados com materiais de qualidade e seguindo as mais exigentes normas técnicas.

Além da variedade de produtos e qualidade de cada item comercializado, a Wat assegura um atendimento técnico personalizado. Para tal, todo o time recebe treinamento especializado e são adotadas políticas periódicas para reciclagem de conhecimento.

Quer saber mais detalhes sobre produtos de acessibilidade? Entre em contato hoje mesmo pelos telefones (11) 2018-0028 | 94720-5606. Caso prefira enviar um e-mail, basta clicar aqui.

 

Imagem: noipornpan | iStock / Getty Images Plus